domingo, 24 de dezembro de 2017



Turdilli 



Da região de Cosenza, na Calábria, terra de meu pai, uma receita que na minha família só se faz tradicionalmente no Natal. Se procurarmos na internet, uns fazem com vinho tinto, outros com vinho branco, adquirem outros nomes , como por exemplo, em Nápoles chama-se Strufoli. Eu pessoalmente acho muito gostoso prá se comer apenas no Natal. 


Ingredientes

1 copo de vinho tinto (outros usam vinho branco)
1 copo de óleo
1 copo de açúcar
1 pouco de canela em pó
Mel para calda

Modo de fazer

Farinha de trigo o quanto baste para enrolar
Fazer o turdilli como um croquete pequeno. Fritar em óleo quente em fogo baixo para que cozinhe por dentro e fique crocante por fora.
Em uma panela, aqueça o mel e coloque os turdilli nessa calda mexendo para envolver todos com o mel.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017





FEIJÃO TROPEIRO

“A História da Arte da Cozinha Mineira por Dona Lucinha” …” é o resultado de longos anos dedicados à reflexão e à pesquisa da típica cozinha mineira. Registra e resgata da uma rica cultura oral de Minas Gerais, das tradições, da fazenda e da tropa, de hábitos e costumes gerados nos primeiros tempos das Minas do Ouro e do Diamante.Uma boa receita prá acompanhar um lombinho ou costelinha de porco.
A receita aqui é minha mas a foto é do livro.

½ kg de feijão cozido sem tempero
1 cebola média, picada
2 dentes de alho amassados
200gr de bacon picadinho
2 colheres de manteiga
4 ovos, sal
2 xícaras de farinha de mandioca

Modo de fazer

Cozinhe o feijão e escorra a água
Corte o bacon em pedacinhos, frite-os até dourar. Reserve.
Com um pouco da gordura do bacon, frite em separado a cebola, o alho e refogue os grãos do feijão, acrescente o sal, pimenta do reino, mexendo sempre. Reserve.
Coloque a manteiga numa frigideira e faça ovos mexidos até ficarem bem fritinhos. Junte a farinha de mandioca, mexendo até dourar. Depois junte tudo ao feijão.
Se quiser frite umas linguiças em rodelas para enfeitar o prato. Acompanha couve manteiga passada no azeite e cebola



quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Bolo de Coco gelado




Bolo de Coco gelado

Fazer um pão de ló:

2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
4 ovos
1 colher de sopa de fermento em pó
1 copo de suco de laranja

Leve à batedeira todos os ingredientes. Pré aqueça o forno, unte com manteiga uma assadeira média coloque a mistura e leve ao forno por 30 minutos.
Quando a massa esfriar, fure bem com grafo a superfície dela e jogue por cima o creme que também deverá estar frio.

Creme:
1 lata de leite condensado
A mesma medida de leite
1 vidro de elite de coco

Misture tudo numa panela, leve ao fogo e mexendo sempre até formar um creme leve (não pode endurecer) para penetrar melhor na massa.
Depois de frio jogue sobre o pão de ló, liberando com um garfo, as beiradas da assadeira para o creme penetrar bem no bolo.

Cobertura:
200gr de coco ralado
2 claras em neve
4 colheres de açúcar
1 lata de creme de leite
Bater as claras em neve, bater o açúcar, juntar o creme de leite.
Jogar sobre o pão de ló e acrescentar coco ralado sobre tudo.
Levar à geladeira por um mínimo de 2 horas .

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Caldo de Frango



Caldo de Frango
Um caldo feito em casa e acondicionado em porções no congelador, além de nutritivos, são práticos para usar a qualquer momento não somente em sopas mas para uma infinidade de pratos que enriquecem o sabor de cada um deles.
Adriana B Orciuolo, minha sobrinha culinarista, veio me ensinar a preparar o caldo e depois a sopa, nesse caso.
Para o trabalho render, melhor fazer com 1 frango inteiro numa panela ou caldeirão bem grandes.
1 frango de preferência caipira ou Korin com todas as partes, inclusive os miúdos.
2 cebolas médias picadas
2 dentes de alho picados
3 folhas de louro
3 cenouras
3 talos de salsão picados
1/2 maço de salsinha picada
cebolinhas verde picadas
1 ramo de alecrim
tomilho fresco a gosto
pimenta vermelha (com ou sem as sementes que graduam o ardor)
sal e pimenta do reino à gosto
Modo de Preparar
Limpa o frango, tira a pele
Na panela coloca todos os temperos e refoga bem,em azeite ou óleo de sua preferência
Acrescente o frango inteiro, refoga uns minutos e coloque água até quase o limite da panela.Tampe.
Deixe em fogo baixo por 1 a 1 hora e meia, sempre olhando para não secar a água.
Depois desse tempo deixe esfriar e coe para guardar em porções e levar ao congelador.
No caso de sopa, é só retirar um tanto do caldo, levar em outra panela com os legumes escolhidos para a sopa. para ser mais prático, em alguns mercados, sacolões, o legume ou um misto deles vem numa embalagem a vácuo que são mais saudáveis e duram mais tempo.


quinta-feira, 5 de outubro de 2017






Molho para o Entrecote
Depois de finalizar reserve a carne e na mesma panela, acrescenta mais azeite e refoga :
1 cebola em rodelas
1 berinjela em fatias cortadas ao meio não muito finas
1 tomate sem pele fatiado
1 pimentão amarelo sem pele, em fatias
tomilho e alecrim frescos, picadinhos
molho ingles, sal, pimenta dedo de moça, com ou sem sementes
Refoga até amolecer todos os ingredientes. Acrescenta um pouco de mel e um pouco de água só pra sobrar um caldinho.
Fatie a carne e jogue esse refogado por cima .Sirva com arroz ou com batatas assadas.


Entrecote 
Embora a foto esteja péssima, essa carne foi uma descoberta incrível. Preparei pela primeira vez e ficou muito boa!!! 
Faça uma pasta de alho, sal, mostarda de boa qualidade e esfrega pela carne.
Numa panela com azeite ou manteiga, doure a carne de ambos os lados e leva ao forno já pré-aquecido.
Na assadeira coloque bastante cebola em fatias grossas, azeite, tomilho e as ervas do gosto de cada um, cerveja. Jogue uns pedacinhos de manteiga sobre a carne, deixe por 20 minutos. REtire do forno, fatie e veja o ponto de cozimento que se deseja.
Se quiser para acompanhamento batatas pré-cozidas e douradas junto com a carne, farofa e pronto!

sexta-feira, 16 de setembro de 2016



Bolinho de Arroz
Quem não gosta de bolinho de arroz? Mas quem faz em casa? Uns dizem que a origem é japonesa, outros dizem que é do sudeste brasileiro via portugueses, etc. Muitas receitas com variações de ingredientes mas o bolinho de arroz, como de batata, croquetes,surgiram no reaproveitamento da sobra de arroz ou de carne ou de batata. Uns fazem no liquidificador, outros no processador, outros no espremedor de batatas e outros com os grãos inteiros.
Vários formatos, redondos, compridos e modelados por duas colheres, o bolinho de arroz é realmente uma delícia.
Ingredientes para o processador ou liquidificador
3 xícaras de arroz pronto (novo ou velho)
1 ovo (se a textura ficar seca ou sem liga, coloque mais 1 gema)
2 colheres e sopa de salsinha
1/2 cebola
50g de queijo ralado
pimenta vermelha ou pimenta do reino a vontade
sal
Bate-se todos os ingredientes e testa : pega um punhado da mistura, amassa na mão e veja se enrola. Caso fique sem liga acrescenta mais uma gema de ovo. Se ficar muito mole, acrescenta mais arroz ou queijo ralado.
Numa panela pequena mas funda (para que o bolinho fique submerso), coloque o óleo e quando estiver quente vai fritando aos poucos, assim que dourar, retira e coloca num papel absorvente para secar a gordura.
Sem segredos. Se quiser criar um recheio para o bolinho, acrescente quando estiver enrolando. (Fotos ilustrativas).